domingo, 29 de agosto de 2010

Oração ao Tempo



Nesses  dias  tenho andado  cheia de saudades de um tempo que não volta mais . Bons tempos da  minha  linda  juventude  nos anos 80 ( aqui estou praticamente  confessando minha idade...rs) .  Época  da militância  no movimento  estudantil ; dos comícios  nas  eleições para  diretoria dos Centros  Acadêmicos  no Campus da  Ininga ( UFPI )  ; do  braço direito  erguido  e o coro uníssono : "o povo unido, jamais  será vencido"!   Tempo de   emoção e  muitas  ilusões,  que  foram perdidas  quando  chegou o  tempo da  razão ,  a  maturidade .

O tempo é o senhor da  razão  ,  " compositor do  destino , um dos  deuses  mais lindos  ", como disse Caetano  Veloso  nessa bela composição , uma  Oração ao Tempo .




 Oração ao Tempo

Caetano Veloso


És um senhor tão bonito
Quanto a cara do meu filho
Tempo tempo tempo tempo
Vou te fazer um pedido
Tempo tempo tempo tempo...

Compositor de destinos
Tambor de todos os rítmos
Tempo tempo tempo tempo
Entro num acordo contigo
Tempo tempo tempo tempo...

Por seres tão inventivo
E pareceres contínuo
Tempo tempo tempo tempo
És um dos deuses mais lindos
Tempo tempo tempo tempo...

Que sejas ainda mais vivo
No som do meu estribilho
Tempo tempo tempo tempo
Ouve bem o que te digo
Tempo tempo tempo tempo...

Peço-te o prazer legítimo
E o movimento preciso
Tempo tempo tempo tempo
Quando o tempo for propício
Tempo tempo tempo tempo...

De modo que o meu espírito
Ganhe um brilho definido
Tempo tempo tempo tempo
E eu espalhe benefícios
Tempo tempo tempo tempo...

O que usaremos prá isso
Fica guardado em sigilo
Tempo tempo tempo tempo
Apenas contigo e comigo
Tempo tempo tempo tempo...

E quando eu tiver saído
Para fora do teu círculo
Tempo tempo tempo tempo
Não serei nem terás sido
Tempo tempo tempo tempo...

Ainda assim acredito
Ser possível reunirmo-nos
Tempo tempo tempo tempo
Num outro nível de vínculo
Tempo tempo tempo tempo...

Portanto peço-te aquilo
E te ofereço elogios
Tempo tempo tempo tempo
Nas rimas do meu estilo
Tempo tempo tempo tempo...

*

Imagem  daqui 


Nenhum comentário: